EXPERTISE

A YEI e os seus serviços

    Encaramos o empreendedorismo como um dos serviços naturais prestados aos nossos clientes. As ideias, a ambição e o risco fazem parte do ADN do empreendedor, nosso e dos nossos clientes. Consiste a consultoria para empreendedorismo no:
    empre
    EMPREENDEDORISMO

    Inovação, consultoria, apoio e visão estratégica em curso, que levam todos
    para o reforço do espírito de empreendedorismo.

    empre
    FORMAÇÃO

    Diagnosticar as necessidades de formação de indivíduos e grupos,
    desenvolvimento de programas de formação e entrega de cursos de formação
    personalizados.

    empre
    EMPREGO

    Orientar para o sucesso na inclusão no mercado de trabalho,
    desenvolvimento de perfis profissionais, investir na orientação profissional
    abrangente e consultoria ao longo da vida.

    empre
    PME`S

    Apoios às Start-up, orientação de negócios confiável por todas
    as fases de operação e soluções de formação personalizada para aumentar
    as competências e o potencial das PME.

    empre
    JOVENS

    Capacitação e inclusão dos jovens no mercado laboral


passos
Uma ideia é uma imagem que se cria na nossa mente que traz implícita uma intenção e é fruto da actividade de pensamento e da criatividade de uma pessoa. Todas as ideias são boas. Mas nem todas as ideias se traduzem em projectos e negócios. Estas necessitam de ser avaliadas e posteriormente conduzidas até à sua implementação. Neste espaço, ajudamo-lo(a) a compreender como gerar ideias e como avaliá-las empresarialmente.

Que tipo de ideia potencia a abertura de um negócio? Uma ideia inovadora ou, podendo não ser inovadora, resulta de um processo/ modelo inovador.

Só ouço falar em criar empresas tecnológicas e que ?empresas de alta tecnologia é que são boas?, isto é verdade? Existem sectores de alta intensidade tecnológica e outros considerados tradicionais sendo que acima de tudo o empreendedor deve criar um negócio no qual tenha competências e gosto por vê-lo e fazê-lo crescer. É fundamental, acima de tudo, gostar do que faz para ter motivação para fazer face aos obstáculos que surgirão.

O que é uma ideia inovadora? Uma ideia inovadora traduz-se em algo novo para o mercado ou significativamente melhorado ao nível do produto, do processo, organizacional ou do marketing numa empresa.

De onde surgem as ideias para criar negócios? A ideia na qual o empreendedor se baseia para formular o seu negócio surge de uma necessidade ou de uma expectativa que este detectou no mercado e muitas vezes nos 5 sentidos que possui.

Uma ideia para criar um negócio pode surgir em mais do que uma pessoa? Poderá haver coincidência, no entanto uma ideia é pessoal mas pode ser trabalhada/melhorada em grupo.

Como é que sei se a minha ideia vai vender produtos/serviços no mercado? À partida não se sabe. É necessário projectar a ideia e passar para as outras fases aqui presentes.

Como sei se a minha ideia tem valor? É necessário avaliar a ideia.

Como posso avaliar o potencial da minha ideia? Para avaliar uma ideia coloque estas perguntas a si mesmo e responda com sinceridade:
1. A minha ideia é realmente nova?
2. A minha ideia é útil?
3. A minha ideia será útil para mim e para os outros?
4. Posso conceber a minha invenção de forma a que os outros a possam adquirir?
5. Liste 4 razões que podem impedir que a ideia resulte.
6. Liste 4 razões que evidenciam o porquê da ideia funcionar.
7. O que é diferente acerca desta ideia de outras já no mercado?
8. Porque são essas diferenças importantes?
9. Se pudesse melhorar o produto / serviço o que faria?
10. É possível fazer um modelo da minha invenção com materiais fáceis de encontrar?
Para ter ideias com potencial de negócio tenho de estudar muito? Nem sempre, porque as ideias surgem da habilidade de cada um perceber as situações e oportunidades que a rodeiam.

O que devo fazer quando tenho muitas ideias? Deve escrever as ideias para não perder o seu rasto e o raciocínio futuro.

Nem todas as pessoas assumem a iniciativa para serem empreendedores. Existem muitas definições de empreendedor, mas salientamos as que traduzem a habilidade daqueles que, ao detectarem oportunidades, conseguem reunir os recursos humanos, técnicos e financeiros, para a concretização de produtos e serviços inovadores, que venham a atingir o sucesso empresarial. Em todos os projectos de empreendedorismo existe risco associado mas este só é superado pela capacidade de motivação e confiança na liderança do empreendedor.

Será que possuo capacidade para ser empreendedor? Está motivado e acredita no seu projecto? Faça um dos testes do empreendedor, presentes nos links úteis.

Nunca trabalhei e não possuo experiência profissional. Posso iniciar um negócio? Alguma experiência seria desejável mas pode ser ultrapassado se reunir uma equipa que englobe as competências necessárias para o desenvolvimento do seu negócio.

Tenho uma ideia inovadora mas não sei como a por em prática. Posso constituir uma empresa e depois maturar a ideia? Sim pode, mas poderá incorrer em riscos e custos desnecessários. Sugerimos que siga os passos deste guião

Tenho uma ideia espectacular mas não tenho dinheiro. Posso ser empreendedor? Pode, veja as possibilidades de financiamento existentes no mercado para o seu plano de negócios.

Já constitui uma empresa mas não fui bem sucedido. Posso voltar a ser empreendedor? Sim pode, nada o impede de empreender num novo projecto.

Não possuo um curso superior. Posso vir a ser empreendedor? Sim pode, não existem requisitos de personalidade, de habilitações académicas, ou outros, que não legais, para empreender.

Com que idade posso ser empreendedor? Só se pode fazer parte do capital social de uma sociedade com a idade mínima de 18 anos.

Ainda não tenho independência dos meus pais, será que posso tornar-me empreendedor? Não existem fórmulas para esta situação, no entanto criar uma empresa é uma acto de muita responsabilidade para com os trabalhadores, fornecedores e inclusive a comunidade em que estamos inseridos.

Sou muito persistente e com grande força de vontade. Posso ser um empreendedor? Sim pode, essas são algumas das condições que potenciam o sucesso num projecto empresarial.

Sempre fui trabalhador por conta de outrém, será que tenho capacidade para ser empreendedor? Existem pessoas cujo perfil permite terem mais apetência a tornarem-se empreendedores devido a determinadas características, ou seja, conhecem ?os segredos? do negócio, ou possuem enorme capacidade de relacionamento interpessoal, ou são mestres a lidar com informação - números. No entanto, não existe uma fórmula para o sucesso. Não se deve esquecer de introduzir no negócio a qualidade, a inovação e muita competência para ganhar a confiança e a preferência dos seus clientes e do mercado em geral.

Chegou o momento de projectar a ideia. Neste passo o empreendedor deve reunir e analisar a informação disponível e relevante para fundamentar, contextualizar e posicionar a sua ideia de negócio no mercado.

Em que domínios devo analisar a minha ideia? Deverá analisar o maior número de vertentes possível, nomeadamente: as vantagens competitivas, a atractividade do mercado, a capacidade financeira que possui, o acesso e o contexto em que o negócio vai estar inserido.

Que ferramentas posso utilizar? Pode utilizar: estudos de mercado; o plano de marketing; análises sectoriais (Benchmarking); estudos de caso (case studies) no sector em causa e ver as melhores práticas usadas por empresas e ou empresários. Veja as ferramentas utilizadas num pré-plano de negócios.

Tenho tido dificuldades em encontrar um nome para a minha empresa, o que posso fazer? O nome da empresa deve construir uma ligação emocional com o cliente. No processo de escolha deve ter em conta o produto/serviço que vai fornecer e a mensagem que quer transmitir aos seus clientes. Pode encontrar aqui um excelente guia de como proceder à escolha do nome da sua empresa.

É importante a localização da minha empresa? Sim é muito importante, nomeadamente: pelo âmbito da actividade do negócio e pela visibilidade pretendida; pelos regimes de incentivos que possam existir numa determina região; pelos encargos financeiros e pela disponibilidade de recursos humanos e tecnológicos.

Quero abrir um negócio numa zona específica de Lisboa, no entanto desconheço a densidade populacional da mesma, como posso reunir mais informação estatística? Consulte as bases de dados que temos disponíveis para si: » GEP - Gabinete Estratégia e Planeamento » INE - Instituto Nacional de Estatística » Pordata Informação muito específica pode não ser encontrada nas estatísticas e exige investigação adicional, feita pelo empresário ou por especialistas na matéria. Por exemplo, para abertura de uma loja numa rua deverá ser sempre considerado o nº de passagens nessa rua e/ou a realização de inquéritos.

Como analiso o enquadramento legal do negócio? Deve ter muita atenção e entender as suas obrigações legais nesta matéria recorrendo a especialistas em direito, nomeadamente no que diz respeito à necessidade de licenciamento prévio, barreiras fiscais e alfandegárias, direitos de propriedade industrial, entre outros.

Tenho uma ideia nunca antes vista, o que devo fazer? Deve consultar o INPI e averiguar se esta se encontra registada. Se não se encontrar poderá registá-la aqui.

O registo de uma marca é obrigatório? "O registo não é obrigatório. Todavia, é altamente aconselhável, dadas as múltiplas vantagens que oferece: Permite valorizar o esforço financeiro e o investimento em capital humano e intelectual utilizado na concepção de novos sinais. Confere um direito exclusivo que permite impedir que terceiros, sem o consentimento do titular do registo, produzam, fabriquem, vendam ou explorem economicamente o sinal protegido. Impede que outros registem sinal igual ou semelhante para produtos ou serviços idênticos ou manifestamente afins. Possibilita ao titular do registo apor nos sinais uma menção de que se encontram protegidos, de modo a dissuadir potenciais infracções (através das expressões "marca registada", "MR" ou ®). Garante a possibilidade de transmitir o registo ou de conceder licenças de exploração a favor de terceiros, a título gratuito ou oneroso."

Esta e outras informações em Marcas e Patentes.

Quanto custa registar ou patentear uma ideia? O preçário difere consoante a complexidade do que se pretende registar, para tal deverá consultar o organismo oficial. Veja aqui.

Não consigo analisar sozinho a minha ideia de negócio, o que devo fazer? Deverá recorrer a especialistas nesta matéria. A AIP e os núcleos empresariais regionais podem sugerir-lhe formas, entidades ou pessoas para a sua concretização.

Sempre que falo com alguém sobre a minha ideia é-me dito para procurar parceiros para o negócio, porque devo fazê-lo? Não é fundamental partilhar o negócio com parceiros, no entanto tal situação diminui o risco do negócio repartindo-o por outros intervenientes co-responsáveis.

Disseram-me que a minha ideia não vale nada mas acredito que não seja assim, o que devo fazer? Se tal pessoa tiver experiência no sector na qual a ideia se materializa em negócio deverá escutá-la e tentar compreender o seu ponto de vista. No entanto deve ter em atenção que as formas de negócio evoluem muito rapidamente e que só os visionários conseguem ver as novas formas de negócio.

A minha ideia não é nova, já a vi em vários conceitos de negócio em várias cidades mas não existe na minha cidade. O que devo fazer? Deve analisar se a sua cidade tem pessoas com padrões de consumo que permitam a criação desse negócio. Deve também ter em atenção que grande parte dos negócios trazem somente pequenos focus de inovação ou então só imitam negócios já existentes.

Sou uma pessoa criativa, com ideias, mas ajo por impulso e não gosto de planear nem de projectar ideias. É mesmo necessário seguir todos os passos deste guião para criar a minha empresa? Não é obrigatório seguir todos os passos mas é desejável porque ajuda o potencial empreendedor a aprofundar e reconhecer situações críticas e de risco no modelo de negócio.

Elaborar o plano de negócios é uma etapa delicada na criação de uma empresa, mas é também uma das mais importantes, pois dá corpo à sua ideia.
O plano de negócios é uma ferramenta estratégica de previsão do projecto empresarial e traduz-se num documento. O empreendedor deve utilizá-lo para planear e comunicar com parceiros e financiadores.

Qual é a estrutura do plano de negócios? É possível encontrar vários modelos de plano de negócio. Uma estrutura possível de usar é a seguinte:

1. Sumário executivo;
2. O histórico da companhia e/ou dos promotores;
3. O mercado subjacente;
4. A nova ideia e o seu posicionamento no mercado;
5. O projecto/produto/ideia;
6. Estratégia comercial;
7. Projecções financeiras;
8. Gestão e controlo do negócio;
9. Investimento necessário

Estes 9 passos devem ser capazes de definir com exactidão o projecto empresarial. Veja outros modelos de plano de negócio no campo links úteis.

Quais são as características de um bom plano de negócios? Um bom plano de negócios tem de ser simples, objectivo, realista e completo. Este plano deve permitir a qualquer entidade externa que o leia, a compreensão da forma e conteúdo do negócio.

Quero que a minha empresa seja sustentável, qual deve ser a estratégia a seguir? Um empreendedor que deseja construir uma empresa sustentável deve formular uma estratégia mais ousada e clara. A estratégia deve integrar as aspirações do empreendedor às políticas específicas de longo prazo sobre as necessidades que a empresa irá atender, seu alcance geográfico, suas capacidades tecnológicas e outras considerações geográficas. In livro - Empreendedorismo e Estratégia - Harvard Business Review

A estratégia é Sustentável? Um empreendedor deve prever a saturação do mercado, intensificar a competição e a próxima táctica de negócio. Tem que abandonar a abordagem de copiar a estratégia dos concorrentes em favor de um modelo de negócios novo e duradouro. É fácil derrubar um produto inovador, mas um sistema de negócios inovador é muito mais difícil de copiar. In livro - Empreendedorismo e Estratégia - Harvard Business Review

Qual o critério que devo utilizar para escrever os objectivos empresariais a que me proponho no meu plano de negócios? Os objectivos de um negócio têm de ser sempre descritos de forma concreta e mensurável.

Estou a pensar criar uma empresa. Como é que posso ter um ordenado mensal desde a fase inicial da empresa se o Retorno do Investimento só acontece passado alguns meses? A previsão económico - financeira, incluída no plano de negócios, deve prever todos os custos que a empresa irá ter, assim como o nível de investimento e financiamento inicial necessário. O ordenado do empresário (leia-se - sócio-gerente, ou sócio trabalhador na empresa), sendo um encargo, deve igualmente ser incluído no plano de negócios que perspectiva este e as outros encargos.

Perdi imenso tempo a fazer o plano de negócios para solicitar o financiamento bancário que necessitava. Agora que tenho o financiamento aprovado o que devo fazer com o plano de negócios? Um plano de negócios é essencial no processo de criação de valor, no entanto de nada serve se não for seguido e implementado.

Vou apresentar o meu plano de negócios a um investidor. Gostaria de saber quais os pontos a que ele vai dar mais atenção? O investidor vai ler com muita atenção o seu plano de negócios, sendo que a sua consistência é fundamental. No entanto será de realçar o perfil do promotor e da equipa, as necessidades de investimento e de financiamento e as projecções económico-financeiras do negócio.

De que forma é que um plano de negócios pode ajudar-me a ter sucesso empresarial? O plano de negócios ajuda-o ao diminuir os riscos e as incertezas através da qualidade e quantidade de informação. Ao diminuir o risco permite ao empreendedor estar mais preparado para enfrentar os primeiros anos do projecto (e geralmente os mais difíceis), mas também aumenta a probabilidade de obter financiamento e parcerias para o negócio.

Se não precisar de financiadores nem parceiros para o meu negócio, mesmo assim preciso de um plano de negócios? O plano de negócios é sempre desejável, porque é uma ferramenta de previsão da sua actividade e permite-lhe antecipar cenários.

O meu plano de negócios tem resultados muito negativos, o que devo fazer? Se o plano de negócios for consistente o projecto terá que ser reformulado.

Não tenho informação suficiente para fazer um bom plano de negócios. O que posso fazer? Consulte o campo Observatório para acesso a informação de mercado e se necessitar de outra ajuda contacte-nos através do gabinete de apoio.

Que recursos devo alocar para fazer um plano de negócios? Um dos recursos mais importantes nesta fase é o recurso tempo e a disponibilidade para o fazer.

O que há de errado com a maioria dos planos de negócios? Existem demasiadas previsões e números, e muito pouca informação. As projecções financeiras para uma nova empresa que se estendem por mais de um ano, são uma fantasia. Um projecto novo enfrenta muitos factos desconhecidos para que possa prever receitas a longo prazo, quanto mais lucros. In livro - Empreendedorismo e Estratégia - Harvard Business Review

Que informações um bom plano de negócios contém?

Pessoas
Sem a equipa certa, nenhuma das outras partes realmente importa. O papel das pessoas num plano de negócios consiste em receber um tratamento especial porque, resumindo, é ai que os investidores mais inteligentes concentram a sua atenção. Os autores dos planos de negócios devem lembrar-se dessa advertência ao preparar a sua proposta, devem falar sobre as pessoas ? exaustivamente.


A Oportunidade
Empreendedores e investidores procuram mercados grandes ou de crescimento rápido porque muitas vezes é mais fácil obter uma fatia de um mercado em crescimento do que lutar com concorrentes fortes por uma fatia de um mercado já maduro ou estagnado.
A primeira etapa para empreendedores é garantir que eles estejam a entrar num sector grande e/ou em crescimento e que seja estruturalmente atraente. A segunda etapa é garantir que o plano de negócios descreva rigorosamente como isso acontece.


O contexto
Os empreendedores devem mostrar percepção ampliada do contexto do novo empreendimento e de como ele ajuda ou prejudica a sua proposta especifica. Devem demonstrar que sabem que o contexto do empreendimento irá mudar inevitavelmente e descrever como essas mudanças podem afectar o negócio.
Estes três factores costumam mudar ao longo do tempo quando uma empresa evolui de start-up para empresa em progresso. Portanto, qualquer plano de negócio digno do tempo que leva a ser preparado ou lido precisa concentrar a atenção nos aspectos dinâmicos do processo do empreendedorismo.


Risco e recompensa
É possível transmitir aos investidores em potencial uma noção do tipo e classe do risco e da recompensa que estão a assumir com o novo empreendimento.

In livro - Empreendedorismo e Estratégia - Harvard Business Review

O empreendedor deve decidir como vai financiar o seu projecto empresarial. O próprio empreendedor deve financiar o seu projecto através de capitais próprios e deve perceber a necessidade de obter outros financiamentos. A percentagem de empreendedores que consegue criar uma empresa sem recorrer a capital externo é reduzida. Assim, o empreendedor tem de estar preparado para defender o seu plano de negócios junto da banca, de investidores privados, empresas de capital de risco ou outras.

Para que preciso de financiamento inicial para o meu negócio? O financiamento inicial é necessário para suportar as despesas iniciais da empresa, tais como: comprar ou alugar um espaço, gastos com preparação do espaço, aquisição de material, de viaturas, pagar ordenados aos colaboradores até a empresa começar a vender, etc.

Não tenho dinheiro suficiente para abrir o meu negócio mas o meu banco diz que me empresta a diferença, é apropriado esta mistura de capitais? É normal financiar inicialmente o negócio através de capitais próprios e de capitais externos.

Que tipos de financiamento externo existem? Hoje em dia já existe uma oferta variada para financiar um negócio, nomeadamente:

Empresas de capital de risco - INOVCAPITAL
Financiadores individuais - Consulte business angels: APBA, FNABA
Apoios e Incentivos públicos ou comunitários - QREN, IEFP
Empréstimo bancário - Montepio, CGD, BES, Millennium BCP, BPI
Leasing - Consulte!
Microcrédito - Consulte!
Garantia mútua - Consulte: LISGARANTE; SPGM; GARVAL, NORGARANTE, AGROGARANTE

Como é que sei que tipo de financiamento externo devo escolher? Cada projecto empresarial tem a sua especificidade em termos do montante de investimento e das necessidades de financiamento, portanto é necessário pesquisar dentro de todas as hipóteses aquela que se adapta melhor, sendo que tal depende também da própria capacidade financeira do empreendedor.

É certo que as entidades bancárias estão disponíveis para financiar o meu negócio? O negócio dos bancos é emprestar dinheiro, no entanto depende da relação que mantém com estes (ex: outros investimentos), das garantias que apresenta e do plano de negócios que tem.

É verdade que o estado Português ajuda-me monetariamente para montar o meu negócio? Actualmente sim. Terá que verificar os tipos de apoios que existem neste domínio, nomeadamente: em termos de apoio ao empreendedorismo; em termos de contratação de pessoal; vantagens fiscais, etc. Consulte os links úteis, nesta página.

O que tenho de dar em troca para me financiarem? Tudo depende das relações que tiver com as entidades em causa (bancos, leasings, etc) e os seus antecedentes. No entanto se passar por esta fase poderá ter que hipotecar bens, arranjar fiadores, assinar uma livrança ou simplesmente assinar um contrato.

Ao pedir o financiamento dão-me a totalidade do empréstimo solicitado? Depende das necessidades do projecto, da entidade bancária e muito da confiança nos promotores e no plano de negócios.

Acredito que o meu negócio vai crescer rapidamente e as minhas necessidades de infra-estruturas também. Devo solicitar um maior financiamento logo de inicio? Essa referência deve constar no plano de negócios, assim como as necessidades de financiamento.

Posso pedir empréstimos a várias entidades bancárias para perceber qual o financiamento mais atractivo para a minha empresa? Sim, pode e deve.

Cabe ao empresário escolher o tipo de empresa que é mais adequado para alcançar e potenciar a sua estratégia de negócio.
Com o desenvolvimento das novas tecnologias, o método tradicional de criação de uma empresa tem vindo a sofrer algumas alterações, no que diz respeito à rapidez e facilidade da constituição dos vários tipos de sociedades comercias.

Que tipo de organizações existem? Os negócios desenvolvidos por uma pessoa poderão ter a forma jurídica de "Empresário em Nome Individual", "Estabelecimento Individual de Responsabilidade Limitada" ou "Sociedade Unipessoal por Quotas". Já os desenvolvidos por um conjunto de pessoas podem assumir-se como "Sociedade em Nome Colectivo", "Sociedade por Quotas", "Sociedade Anónima", "Sociedade em Comandita" ou "Cooperativa". (in Portal da Empresa)

Quais são as empresas mais usuais? De todos os tipos de sociedades comerciais existentes, as mais usuais são as sociedades por quotas, sociedades unipessoais e as sociedades anónimas. Para ter uma percepção clara do tipo de sociedade que se adequa ao seu projecto deve consultar o Código das Sociedades Comerciais. Ver links úteis, nesta página.

Quero criar uma empresa online, que passos devo seguir? Através do Portal da Empresa poderá seguir as instruções que lhe são dadas e criar uma empresa exclusivamente online. Pode consultar todas as informações aqui.

Tenho de procurar investidores, parceiros ou outros sócios para iniciar um negócio ou posso criar sozinho? Pode criar a empresa sozinho, devendo para tal constituir uma sociedade unipessoal.

O que é uma Sociedade Unipessoal por Quotas? É uma sociedade na qual a direcção e a responsabilidade são assumidas por uma só pessoa, o titular da totalidade do capital social, que corresponde a um montante mínimo de 5.000,00 euros. O nome da firma destas sociedades deve ser formado pela expressão "Sociedade Unipessoal" ou pela palavra "Unipessoal" antes da palavra "Limitada" ou da abreviatura "Lda". (in Portal da Empresa)

O que é uma sociedade em nome colectivo? É uma sociedade na qual os sócios respondem de forma ilimitada e subsidiária perante a empresa e solidariamente entre si perante os credores. O número mínimo de sócios é dois, sendo que estas firmas devem conter pelo menos o nome de um dos sócios, com o aditamento, abreviado ou por extenso, de "Companhia" ou qualquer outra palavra ou expressão que indique a existência de outros sócios. (in Portal da Empresa)

O que é uma Sociedade por Quotas? É uma sociedade na qual a estrutura societária tem o capital dividido em quotas, não podendo ser inferior a 5.000,00 euros. Os sócios são solidariamente responsáveis por todas as entradas convencionais no contrato social e a quota mínima é de 100,00 euros. A denominação destas empresas deve ser criada, com ou sem sigla ou, pelo nome de um ou mais sócios, sendo imprescindível que termine com a palavra "Limitada" ou a abreviatura "Lda". (in Portal da Empresa)

O que é uma Sociedade Anónima? É uma sociedade na qual o capital está dividido por acções, sendo equivalente a 50.000,00 euros. Os accionistas têm a sua responsabilidade limitada ao valor das acções por si subscritas e, no mínimo, é preciso cinco sócios para formar uma "Sociedade Anónima". A sociedade pode ser composta pelo nome de algum ou de todos os sócios, por uma denominação particular ou uma reunião dos dois, tendo de ser obrigatoriamente seguida do aditamento obrigatório "Sociedade Anónima". (in Portal da Empresa)

O que é uma sociedade em Comandita? É uma sociedade na qual cada um dos sócios comanditários responde apenas pela sua entrada. A firma da sociedade é formada pelo nome de um dos sócios, no mínimo, e pelo aditamento "Em Comandita" ou "Comandita por Acções". (in Portal da Empresa)

Para exportar bens, é necessário que a minha empresa tenha uma dada forma jurídica? Não é necessário.

Que tipo de estrutura societária devo escolher para a minha empresa? Depende da natureza do negócio, dos investimentos em causa, da sua relevância no sector de actividade em causa, da rede e do número de parceiros interessados no negócio e que queiram participar no capital social.

Quem pode ser gerente da empresa? Os sócios nomeiam o(s) gerente(s), podendo ser os próprios sócios ou alguém que não participe na estrutura do capital social, ou seja, não sócio.

Ao iniciar a actividade, o empreendedor tem de assegurar que a sua empresa possui as infra-estruturas físicas, humanas e materiais para operar no mercado.
Deve munir-se de capacidade para dar respostas no mercado e especialmente aos clientes, obter níveis de satisfação elevados e conseguir competir com a concorrência.

O que deve estar preparado para o inicio da actividade? Seria óptimo que tudo estivesse operacional, mas nem sempre é assim. Entre outras coisas, o empreendedor não deverá esquecer a importância da comunicação com os trabalhadores, nomeadamente a sua Visão para o Negócio, a Missão da empresa, os Objectivos que devem atingir e as linhas de orientação estratégica subjacentes.

O que devo fazer para gerir melhor a minha empresa? É fundamental ter e/ou aprofundar os conhecimentos de gestão. Uma das formas é manter-se actualizado, ler, participar em seminários, dar e receber formação ou inclusive voltar ao meio académico e obter novas qualificações. Veja aqui algumas escolas de gestão.

Que recursos devo possuir para ter sucesso? A gestão dos recursos é fundamental para a actividade empresarial. Estes já foram previamente identificados, no entanto ao longo do vida da empresa haverá necessidade de adquirir novos e/ou reformular os existentes. Consulte aqui alguns artigos sobre gestão.

Necessito de um contabilista na empresa? Necessita de assegurar os serviços de contabilidade com vista a cumprir com os requisitos legais e o SNC - Sistema de Normalização Contabilístico. Conforme a estrutura societária, a natureza e a dimensão da empresa assim deverá ser a sua contabilidade. Se for um jovem no arranque de empresa poderá recorrer a empresas de contabilidade e contratar esse serviço em regime de avença.

Preciso de assegurar serviços para a segurança e saúde dos trabalhadores? Necessita de assegurar que a sua empresa é segura e a entidade empregadora é socialmente responsável. Para isso, não esquecer a legislação na área da Segurança e Saúde e as obrigações daí decorrentes. Consulte os especialistas nessa matéria.

Preciso de assegurar meios de prevenção ambiental? Depende da natureza da empresa. Deverá avaliar quais as actividades que desenvolve e o impacte ambiental com vista a eliminar e/ou reduzir os considerados significativos.

Devo ter um website? Sim, será sempre aconselhável. Com a vulgarização da tecnologia não é muito dispendioso mandar fazer um website. Com o website é mais fácil ser conhecido no mercado e dinamizar negócio com clientes, fornecedores e parceiros.

Quais as minhas obrigações fiscais? O seu contabilista vai ajudar nesse sentido, no entanto, pode consultar aqui o portal das finanças que disponibiliza a agenda fiscal que deve cumprir. Se falhar a alguma das obrigações em causa, poderá ter que vir a pagar coimas significativas e em casos extremos poderá ser alvo de execução fiscal.

Como se fazem contratos de trabalho? Os requisitos dos diversos tipos de contratos de trabalho estão estabelecidos na lei. Os especialistas em direito laboral, ou os responsáveis dos recursos humanos estão actualizados nesta matéria. Na maioria das PME estes contratos de trabalho são feitos pelos serviços de contabilidade.

Quanto tempo devem permanecer os documentos na empresa? Os documentos contabilísticos devem manter-se pelo período de 10 anos, no entanto os que dizem respeito aos recursos humanos devem permanecer enquanto o trabalhador estiver na empresa e no mínimo 45 anos.

Quando a empresa cresce e caminha para a maturidade irá enfrentar desafios próprios do crescimento, que requerem capacidade de adaptação a novas situações, profissionalização dos departamentos internos e mitigação dos riscos associados ao negócio, aos fluxos financeiros e de mercado.

Existem apoios para o crescimento das empresas? No âmbito do QREN ? Quadro de Referência Estratégico Nacional existem programas aos quais se pode candidatar. Tome atenção aos períodos de abertura e encerramento para apresentação de candidaturas.

Porque é que a minha empresa não cresce aos ritmos previstos? Esta é geralmente uma questão que atormenta o empresário. Terá que investigar ou pedir a especialistas que lhe detectem essas razões. Quanto mais depressa o fizer, melhor. Coloque aqui a sua questão específica.

O que é o ponto nulo das vendas? O ponto nulo das vendas, ou ponto crítico de vendas, é o valor de vendas que é necessário atingir para fazer face aos custos fixos do negócio. É a partir desse valor que a empresa está a ganhar dinheiro/ lucro.

O que fazer quando tenho dificuldades nas cobranças e por isso tenho problemas de tesouraria? Os fluxos de tesouraria devem estar assegurados para não se expor a riscos financeiros que podem por em causa a continuidade do seu negócio/ projecto. Existem algumas situações que podem eventualmente fazer suprir esta situação:

1 - Rever os contratos que faz com os seus parceiros, fornecedores e clientes na forma e prazos de pagamento.
2 - Rever as necessidades de fundo de maneio.
3 - Rever os financiamentos bancários à tesouraria, do tipo contas correntes caucionadas
4 - Recorrer ao desconto de letras e ao factoring.

Qual é a diferença entre internacionalização e exportação? Exportar são as trocas comerciais de um para outro país e internacionalização corresponde a um aprofundamento com o país destino e que se traduz na instalação de actividades da empresa nesse país, recorrendo a infra-estruturas físicas e humanas aí localizadas.

Como posso promover a minha empresa de modo a competir em território internacional? Pode dirigir-se à Enterprise Europe Network e solicitar o seu apoio. A Enterprise Europe Network é uma rede Europeia de informação às empresas, que disponibiliza serviços de apoio à inovação e internacionalização, proporcionando o acesso a novos mercados internacionais, com o objectivo de promover o desenvolvimento empresarial e o aumento da competitividade no espaço europeu.

Como posso internacionalizar a minha empresa? Através do QREN 2007-2013 encontra diversos apoios de acordo com a licalização geográfica da sua empresa. Se pretende verificar os apoios existentes pode consultar a página do QREN.

Quero iniciar a exportação dos meus produtos, o que preciso de saber? A AICEP disponibiliza o "Guia do Exportador" que irá iniciá-lo na exportação.

esq

PORTUGAL2020 - serviço informativo gratuito